SAS e Pivotal formalizam parceria em Big Data no Brasil

Por Rafael Romer RSS | 05.06.2014 às 10h43

big data

A empresa do setor de software e serviços para o desenvolvimento de aplicativos de dados e análises, Pivotal (ex-EMC Greenplum), e a empresa de soluções de Business Analytics (BA), SAS, formalizaram durante a Ciab 2014 uma parceria de negócios que terá como objetivo facilitar o acesso e comunicação das soluções das empresas.

O acordo é resultado de uma parceria global entre as duas empresa, mas só agora começa efetivamente a ser operado no Brasil. De acordo com as empresas, novas oportunidades de negócios em grandes projetos de Big Data nos setores financeiro e de telecomunicações são os principais a estimular a parceria.

“O fato da parceria ser mais recentemente difundida no Brasil tem a ver com as oportunidades que nós estamos tendo na região”, explicou Ana Claudia Oliveira, gerente de Vendas da Pivotal para América Latina, em entrevista ao Canaltech. “Mas para nós sempre foi estratégico estar próximo do SAS".

Líder no setor de soluções e serviços em BA, o SAS já opera há anos através de uma parceria global com a EMC. Agora, com o desmembramento de parte dos serviços de nuvem da EMC e VMware, que deram origem à Pivotal há cerca de um ano e meio, a parceria se estreita no país através da linha de produtos de infraestrutura voltada para bancos de dados analíticos.

Para o SAS, a parceria também alavanca as apostas da empresa na plataforma Hadoop – oferecidas pela Pivotal. Com o crescimento em suas operações na América Latina no ano passado, a empresa tem feito investimentos para adaptar todas suas soluções para operarem na plataforma em busca de oportunidades em projetos de Big Data.

No Brasil, o principal case da parceria é o da operadora de telecom TIM, que já está usando a plataforma em conjunto das empresas. As empresas não abrem detalhes sobre a atuação junto à operadora, mas afirmam que ambas estavam operando em paralelo e se reuniram para alinhar as operações e entregar resultados mais rapidamente.

“Quando nós trazemos esse volume de dados [do Big Data] para um único lugar, fica todo mundo com a mesma visão dos dados. O objetivo é que todo mundo tenha o mesmo resultado. E aí sim você consiga passar a informação para a companhia de uma única forma sem ter dados diferentes e valores diferentes porque os dados estavam em locais diferentes”, afirmou a diretora de soluções do SAS, Mônica Tyszler.

Além da TIM, as duas empresas estão operando em conjunto com dois outros clientes, um do setor de telecom e outro do setor financeiro, mas os cases ainda não podem ser divulgados.

Apesar da parceria, as empresas não comercializarão nenhum tipo de solução empacotada. Ambas continuarão vendendo suas soluções independentemente, mas estão atuando em conjunto em algumas contas para o fornecimento de tecnologias complementares. “A parceria é no nível estratégico, como a soma das partes pode trazer um resultado melhor para o cliente”, explica Ana Cláudia.

Os produtos de ambas as empresas, no entanto, já conversam nativamente uns com os outros. Além disso, equipes de pesquisa e desenhovlvimento e de engenharia também estão atuando em conjunto para fazer adaptações necessárias quando há novos deployments do SAS ou Pivotal.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

FIQUE ATUALIZADO
RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS POR E-MAIL