Cinco benefícios que um ERP traz para as pequenas e médias empresas

Por Colaborador externo RSS | em 03.12.2013 às 19h35 - atualizado em 03.07.2015 às 17h19

ERP

por Cesar Griebeler*

Responsáveis por uma fatia significativa da geração de riquezas e empregos no Brasil - 40% do PIB e 53% dos empregos -, as pequenas e médias empresas já são as grandes protagonistas da economia nacional. E a tecnologia pode ajudá-las a impulsionar ainda mais seus resultados. Recentemente, a Microsoft divulgou um estudo realizado pelo Boston Consulting Group (BCG) que concluiu que as empresas emergentes mais abertas à tecnologia geram mais empregos e receita.

Há uma movimentação no mercado, inclusive com ações do Governo Federal, fomentando o financiamento de tecnologia. E a cultura de que investir em software integrado de gestão empresarial (ERP) é coisa para as grandes ou gigantes lentamente está sendo modificada.

Nunca é demais listar alguns benefícios que podem ser alcançados quando um ERP faz parte do planejamento empresarial. Listo aqui cinco deles:

1. Melhorias gerenciais

Eliminando as diversas planilhas e unificando dados e processos, os gestores têm mais controle sobre as informações, podem prever cenários e, assim, amplificam seu poder de decisão.

2.   Gestão tributária

Motivo de dor de cabeça para empresas de todos os tamanhos, o sistema tributário brasileiro é realmente complexo. Conseguir segurança fiscal é um exercício diário para as organizações de todos os tamanhos. A automatização e a integração da controladoria reduzem retrabalho e falhas nas relações com o fisco, evitando multas e gastos excessivos. Diminui também a dependência de terceiros, como contadores - vale pensar no custo-benefício.

3.   Segurança da informação

A unificação dos trabalhos num único sistema dificulta o extravio das informações e até possíveis fraudes. Melhor ainda se o ERP estiver na nuvem (Cloud Computing) pois, como a infraestrutura e a manutenção da solução ficam por conta do fornecedor, a empresa ganha segurança e tranquilidade.

4.   Redução de custos

Reduzir custos e otimizar a produtividade é a combinação dos sonhos. Ao reorganizar os processos de negócio, automatizar as operações diárias e melhorar a acurácia no cálculo de impostos, a empresa ganha redução de custos operacionais.

5.   Competitividade

Com melhorias gerenciais, processos padronizados, sincronizados e seguros, ganho de tempo, segurança da informação e redução dos custos, a empresa se torna mais confiante. Isso impacta a qualidade dos produtos e serviços, e a gestão de pessoas, melhorando seu poder competitivo.

*César Griebeler é gerente de produto ERP e Cloud Computing na desenvolvedora de software Senior [www.senior.com.br]. Também é um dos idealizadores do Gestão Empresarial | GO UP, ERP desenvolvido pela Senior para as pequenas e médias empresas.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar