4 tendências para o mobile marketing em 2016

Por Redação | em 13.03.2016 às 09h10

Publicidade digital

Os dispositivos móveis estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia. Eles são usados para enviar e-mails pessoais e profissionais, fotografar, gravar vídeos, fazer as vezes de GPS, guardar todos os nossos compromissos, e assim por diante. Não é de espantar que o mobile tenha se tornado um dos canais mais importantes para os profissionais de marketing.

Para acompanhar tamanha evolução, o mercado e as ações de marketing precisaram se adaptar; e em 2016 isso não será diferente. A empresa GSMA fez um levantamento sobre o assunto e descobriu que o Brasil deve terminar este ano com 42 milhões de conexões 4G, um aumento de 87% em relação ao ano passado. Esse número representaria 15% do total da base ativa esperada, que será de 278 milhões de acessos (incluindo telefonia 2G e 3G).

Com números tão expressivos, as marcas precisam aproveitar o avanço da tecnologia para conhecer melhor seus consumidores e praticar ações mais direcionadas. Para se preparar melhor, é preciso ficar de olho em quatro tendências apontadas por especialistas como as principais para o mobile marketing em 2016. São elas:

1. Instagram e Snapchat

Instagram

O Facebook e o Twitter sempre são lembrados quando falamos em divulgação de marcas, mas você já parou para pensar como o Instagram e o Snapchat também podem ajudar em sua estratégia de marketing digital? Na verdade, essas são as duas principais redes sociais que devem chamar a atenção das marcas para seus consumidores neste ano.

No Instagram, campanhas já estão sendo feitas e devem se intensificar em 2016, enquanto as marcas passam a entender melhor sua capacidade. A mesma coisa deve acontecer com o Snapchat. O potencial dessas redes sociais de compartilhamento de fotos e vídeos é tremenda e está diretamente atrelada ao comportamento dos usuários nos dispositivos móveis. As marcas não ficarão de fora dessa tendência.

2. Conversão e geolocalização

Rastreamento

Atualmente, a geolocalização de pessoas por meio de seus dispositivos móveis não exige muito mais do que sistemas internos do próprio celular do usuário e alguns roteadores Wi-Fi ao redor. Essa facilidade tem aberto um novo leque de possibilidades para a geolocalização como serviço para empresas e agências de marketing.

As marcas devem observar com bastante atenção as estratégias que visem à conversão por meio do mobile, avalia Thiago Bacchin, CEO da Cadastra, agência digital especializada em performance. "As estratégias devem estimular a conversa e a conversão por meio do mobile, melhorando a experiência do consumidor com as marcas", afirma Bacchin. "Além disso, deve acontecer um aumento de campanhas geolocalizadas, ou seja, com base na posição física do usuário, combinadas com outras variáveis", complementa.

3. Usabilidade no mobile

Site responsivo

O design no dispositivo móvel sempre foi um desafio. Deixá-lo intuitivo e responsivo para o usuário na tela pequena deve se tornar ainda mais fundamental, e deve ser explorado e evoluído em 2016. Para Wellington Sousa, gerente de Marketing da All In, braço especializado em marketing digital da Locaweb, novas funcionalidades devem ser criadas nesse sentido.

"Alguns produtos já foram lançados e outros ainda estão em fase final de desenvolvimento, como Push Campaign e o Templatize, criador de templates que possibilita que o profissional de marketing elabore campanhas multi-device com o mesmo visual", aponta o especialista.

4. Mobile Commerce

mobile commerce

De acordo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), cerca de 30% das compras em lojas virtuais em 2016 serão feitas por meio de dispositivos móveis (smartphones e tablets). A parcela representa 57,2 milhões de compras, dentro de um mercado que deve movimentar R$ 56,8 bilhões até o fim do ano, segundo a entidade. Esse nicho deve movimentar as ações no mobile marketing.

"Para as empresas que buscam performance, como gerar leads e vendas, o investimento em dispositivos móveis cresce acompanhando a evolução do comportamento mobile dos consumidores", avalia Bacchin, da Cadastra.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar