Computação em nuvem e segurança digital serão tendências em 2016, aponta estudo

Por Redação | em 14.02.2016 às 18h03

Computação na Nuvem

A computação em nuvem (cloud computing) está se tornando cada vez mais comum na tecnologia atual e deve se estabelecer de vez neste ano de 2016 conforme mostra uma pesquisa da CompTIA, associação da indústria de tecnologia da informação. Anualmente a organização elabora o estudo IT Industry Outlook, que tem como objetivo analisar as principais tendências e fatores de crescimento que irão moldar a indústria de TI, canais de vendas e força de trabalho nos próximos 12 meses.

De acordo com o relatório, a indústria mundial de TI deverá acrescentar cerca de US$ 100 bilhões em novas receitas em 2016, elevando o total para US$ 3,8 trilhões. Para que o mercado possa atingir este número, basta que produtos fundamentais, como computadores ou servidores pessoais, adicionem novos fluxos de receita. Os executivos do setor de TI estão mais otimistas sobre aplicações e infraestrutura em nuvem, segurança, mobilidade e análise de dados. A forte demanda do usuário por expertise em integração, gerenciamento e otimização da tecnologia deve ajudar a impulsionar o crescimento de TI.

Uma das expectativas mais altas está com a computação em nuvem. A demanda dos clientes para componentes cloud IaaS e SaaS irá acelerar à medida que prosseguem as estratégias de negócios digitais. Do lado da oferta, os fornecedores de soluções continuarão a expandir suas ofertas em nuvem, junto com a especialização em áreas de serviços como APIs, integração e personalização.

A segurança também será outro produto com potencial de crescimento. Esta categoria não está mais restrita no sentido tradicional de firewalls ou antivírus e se expandiu para um amplo conjunto de ferramentas e salvaguardas destinadas a combater o universo em expansão de ameaças à segurança. Para 43% dos executivos de TI, existe potencial para a categoria ultrapassar as expectativas de crescimento.

Além da computação em nuvem e da segurança, a procura por Analytics e Big Data será maior neste ano. "Cloud computing, mobilidade, social, automação da força de trabalho, Big Data, IoT e outros disruptivos continuarão a expandir em 2016", disse Tim Herbert, vice-presidente sênior de pesquisa e inteligência de mercado da CompTIA. O relatório IT Industry Outlook 2016 é baseado em uma pesquisa realizada em dezembro de 2015 com 673 empresas da indústria de TI nos Estados Unidos, Reino Unido e Canadá.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar