Azure agora tem infraestrutura no Brasil

Por Redação | em 09.06.2014 às 09h57

Windows Azure

Trazendo sua forte estratégia de conquista do segmento corporativo também ao Brasil, a Microsoft anunciou na última sexta-feira (6) a chegada da plataforma Azure ao Brasil. Agora, o sistema passa a funcionar com infraestrutura e suporte locais e o país se torna o 11º do mundo a contar com esse tipo de estrutura. As informações foram divulgadas pela própria empresa em seu blog TechNet.

As razões para esse movimento vão além das óbvias redução de latência, melhoria no tempo de resposta e facilidade de manutenção pela menor distância percorrida pelos dados. Para as empresas, se traduz também em soluções dedicadas no que toca a segurança e redundância de dados, além de uma proteção maior contra agentes estrangeiros de espionagem, já que, a partir de agora, todas as informações passarão a trafegar apenas dentro de território brasileiro.

Desde já, a Microsoft está oferecendo o Office 365 – sua suíte de aplicativos como o Excel e o Word, só que na nuvem – rodando a partir da infraestrutura local, bem como um serviço de redundância para garantir backups mais seguros. Assim, as informações dos clientes são replicadas três vezes dentro do banco de dados, garantindo a recuperação no caso de problemas ou eventuais desastres.

A mudança também fazia parte dos planos da Microsoft de se adiantar à aplicação do Marco Civil da Internet. Por mais que a exigência de data centers locais para empresas estrangeiras tenha sido deixada de lado pelo conjunto de normas, a empresa decidiu seguir adiante com seus planos e inaugurou a infraestrutura nacional.

Os dados estarão todos em uma cidade do interior do estado de São Paulo, que não foi especificada pela Microsoft. A empresa, porém, já disse que essa deve ser apenas sua primeira base por aqui, prevendo o crescimento em seu número de clientes. O parceiro nessa hospedagem, porém, não foi revelado.

Não se trata, porém, de pura bondade. A empresa está de olho no mercado de cloud computing no Brasil, que vem crescendo cada vez mais e colocando o país como um dos principais players não apenas dos mercados emergentes, mas também de maneira global. A expectativa, de acordo com dados do IDC, é de crescimento de 50% e faturamento de US$ 429 milhões em 2014. E a Microsoft, claro, quer uma fatia desse bolo.

A companhia também revelou um de seus primeiros clientes da infraestrutura local, a Boa Vista SCPC. A empresa de informações de crédito está usando a plataforma Azure para rodar o SAFe, uma solução que tenta prevenir fraudes no mercado de comércio eletrônico e deve se beneficiar bastante com a resposta mais rápida e a menor latência dos servidores nacionais.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar