Startup cria sistema digital de monitoramento de preços para varejo e indústria

Por Rafael Romer RSS | em 09.04.2015 às 07h56

InfoPrice

Quando o assunto é conferir o preço na loja dos concorrentes, grande parte dos varejistas ainda apela para uma técnica bem antiquada: enviar um funcionário até o local para anotar, à mão ou com um celular ou tablet, os preços e produtos correspondentes.

Além de nada prático, normalmente a estratégia ainda acarreta um quantidade considerável de erro humano, o que pode render resultados não tão favoráveis. Mas com a demanda cada vez maior por agilidade na tomada de decisões, claro que alguém enxergaria uma oportunidade de mercado nisso mais cedo ou mais tarde.

Com um ano e meio de existência, a startup InfoPrice utiliza uma tecnologia própria para fornecer a coleta e análise de preços de concorrentes como serviço para seus clientes, focando em nichos como supermercados, lojas de varejo e até farmácias.

"Os próprios varejistas, que querem entender como outros varejistas estão praticando preços, e para a indústria, que quer entender como o varejista pratica o preço de seus produtos", afirmou ao Canaltech o cofundador da InfoPrice, Paulo Garcia, durante a Autocom 2015, onde a startup expõe a solução no espaço de inovação do evento. "Esse é um mercado conhecido, é uma demanda já existente, mas carece de muita tecnologia".

Para agilizar o processo de coleta, os sócios da empresa paulistana usam duas ferramentas desenvolvidas pela equipe: a primeira, um dispositivo patenteado capaz de armazenar e reproduzir milhares de códigos de barra de produtos. Em segundo lugar, um smartphone comum com um software capaz de tirar fotos e extrair conteúdo das imagens. Com ambos em mãos, um pesquisador da empresa é capaz de escanear os códigos de barra em um terminal de consulta de preços de qualquer loja e, com o celular, tirar fotos de cada um dos preços, fazendo a combinação de ambos.

InfoPriceHardware para reprodução de códigos de barra foi criado e é produzido pela própria equipe da startup, que já tem cerca de 30 colaboradores (foto: Rafael Romer/Canaltech)

A InfoPrice então processa todas as informações e pode repassá-las para os clientes sempre que quiserem, em contratos pontuais ou de longa duração. "Há uma demanda natural, mas neste ano a gente tem visto um aumento dado o cenário econômico. Os varejistas e a indústria estão muito mais ferrenhos uns com os outros", avaliou Garcia.

Segundo os fundadores da empresa, a coleta manual desses dados resulta em cerca de mil preços de produtos por dia de trabalho de um funcionário em campo, mas isso sem contar preços errados ou informações imprecisas decorrentes de falha humana. Com a solução da InfoPrice, um funcionário é capaz de coletar informações de mil produtos em 30 minutos, com uma exatidão de 99,3% - os 0,7% restante são de frames embaçados ou que não conseguem ser lidos pelo software.

No primeiro semestre do ano passado, a empresa participou da primeira turma do programa Startup Brasil e recebeu uma rodada e investimento do fundo Arpex Capital, mas não abre os valores recebidos. Atualmente, a empresa já tem como clientes a rede Dia e a cooperativa Coop, ambas do setor de supermercados.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome